ANÁLISE DE DADOS USANDO O EXCEL

 

 

1o Passo :

Uma vez aberto o programa Excel, clique no menu Ferramentas, verifique se existe a opção Análise de Dados. Se sim, pule para o próximo item, senão ainda no item Ferramentas selecione o comando Suplementos e então adicione os itens Ferramentas de Análise e Ferramentas de Análise VBA;

 

2o Passo :

Construa uma tabela com os seus dados;

 

Fig 1. Tabela com os dados obtidos pelas observações realizadas no laboratório.

 

3o Passo :

Classifique os dados como crescente. Para isso selecione os dados e clique o ícone  , na janela intitulada Aviso de classificação, selecione o item Continuar com seleção atual e clique em Classificar, conforme a figura abaixo:

 

4o Passo :

Verifique o valor máximo e mínimo e o intervalo a ser considerado para construção do histograma;

 

5o Passo :

Crie uma coluna com os dados de x correspondentes a cada histograma em diferentes planilhas => Cada planilha representará o comprimento, a largura e a espessura separadamente. Por exemplo, considere o valor inicial como 163.5 como o inicial e 0.1 como sendo o intervalo. Basta considerar a célula A2 como 163.5, a célula A3 como =A2+0.1, automaticamente a célula A3 será 163.6, clique na célula A3 e cole nas demais células da sua coluna, por exemplo, no nosso caso seriam as células de B4 a B16. O resultado deverá ser:

 

Fig 2. Coluna correspondente aos valores que serão representados no eixo das abscissas,
denominado eixo das categorias pelo Excel.

 

6o Passo :

Clique no Menu Ferramentas e selecione o comando Análise de Dados e escolha a opção Histograma. Entre com o intervalo de entrada, bloco, Em Opções de saída selecione intervalo de saída (clicar no ícone  e clique num espaço vazio como, por exemplo, B2 na fig. 2 e clique no ícone  para voltar a janela do histograma), selecione a opção Resultado do gráfico para que o gráfico apareça em sua tela;

 

 

7o Passo : Você deve ter obtido:

 

 

8o Passo :

Depois de pronto, você deve configurar o seu gráfico, colocando as legendas e escalas de forma correta. Para isto, basta clicar em cima do item a ser mudado se dirigir à janela intitulada Gráfico

 

 

e clicar no ícone de formatação . Por exemplo, suponha que o item descrito é Seqüência “Freqüência”, clicando no ícone ao lado, irá abrir uma janela intitulada Formatar Seqüência da Dados, abrir a pasta Opções, definir a Largura do espaçamento como sendo 0 (zero).

 

 

9o Passo : Você obterá:

 

 

10o Passo :

Você pode ainda mudar a formatação da escala, excluir a Legenda, Renomear o título do eixo x e obter:

 

 

11o Passo :    Assim, teremos para cada medida o seu histograma correspondente;

 

12o Passo :     

Na planilha 1, devemos ainda calcular a média, o desvio padrão, o desvio padrão da média, o desvio padrão de 90% e o desvio padrão total;

 

13o Passo :    

Para calcular a média, bastar utilizar o comando media(A2:A17), o desvio padrão: desvpad(A2:A17), onde A2:A17 corresponde ao intervalo de dados considerado;

 

14o Passo :    

Uma vez obtida a média e o desvio padrão, você pode ajustar uma gaussiana aos seus dados. Para isso, na planilha onde está o seu histograma, no nosso caso Planilha 2, arraste o seu histograma de forma que duas colunas fiquem livres para a sua visualização, por exemplo, colunas D e E.

 

 

15o Passo :   

 
Na coluna D, digite em D1 distribuição gaussiana, e clique na célula D2. vá com o mouse no menu Inserir, e escolha a opção função.

 

                             

Automaticamente a janela Inserir Função deverá ser aberta, escolha então a categoria Etatística e a função dist.norm conforme a figura abaixo:

 

Clique em OK, automaticamente outra janela se abrirá:

 

 

Insira os valores de x, escolhendo os valores da coluna do bloco, a média e o desvio padrão que devem ter sido calculados anteriormente, no valor lógico para o cumulativo digite falso. D2 então corresponderá a:                                          =DIST.NORM(A2:A16,Plan1!B18,Plan1!B19,FALSO)
Para que você possa colar o valor da gaussiana para os demais valores de x, isto é preencher o restante da coluna D de D3 até D16, você deverá tomar o cuidado de fixar os valores da média e do desvio padrão. Isto é feito adicionado dois $´s, por exemplo, a média está na célula B18, como nós queremos que ela seja a mesma para todos os nossos dados, escrevemos $B$18. Assim, a expressão de D2 fica: =DIST.NORM(A2:A16,Plan1!$B$18,Plan1!$B$19,FALSO).
Agora você deve copiar e colar de D3:D16.

 

16o Passo :   

Porém, você não deve esquecer de “normalizá-la” ao seu conjunto de dados. No nosso caso você deverá multiplicá-la por 16/(soma($D$2:$D$16)). Para isto na coluna ao lado, na célula E2 digite =D2*16/(SOMA($D$2:$D$16))

 

17o Passo :   

Se você quiser incluir a sua gaussiana no gráfico do seu histograma, basta ir na janela do seu histograma, clicar no eixo das ordenadas, ir com o mouse até o menu Gráfico e escolher a opção Adicionar dados, na janela Adicionar dados inclua o intervalo referente aos dados da sua gaussiana:

 

O resultado obtido, por exemplo, para o comprimento será:

 

 

18o Passo :    

Você pode também calcular a integral da sua função Gaussiana de menos infinito até um determinado ponto x, usando a mesma função, porém com a opção verdadeiro:

 

=DIST.NORM(x,Plan1!$B$18,Plan1!$B$19,VERDADEIRO)